Mostrando postagens com marcador polvo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador polvo. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

Calorias no rodízio de comida japonesa


Pergunta frequente de consultório e no meu instagram @nutrologojoinville: "Dr, em um rodízio de comida japonesa, quais sushis e sashimis devo escolher?"

Sente-se à mesa pois rodízio é um capítulo à parte na Nutrologia e quando se trata de rodízio de comida japonesa é um sub-capítulo rs. Então sente-se.

Primeira dica: Pra que rodízio? Que mentalidade é essa na qual você decide comer uma grande variedade de pratos devido o preço que pagou. Não seria melhor ir a um bom restaurante de comida japonesa e pedir e montar um combinado de 20 ou 30 peças? Apreciá-las calmamente, sentir a textura dos peixes,  do arroz, a acidez, a temperatura, o sabor, a gordura e as notas dos peixes. Contenção de danos, eu tentei, mas o leitor quer ir ao rodízio. Então vamos com as outras dicas.

Segunda dica: Cuidado com o sódio do shoyu. Opte-se sempre pelo shoyu light. Tem bem menos sódio, mas ainda assim tem sódio, ou seja, em excesso pode elevar a pressão arterial em indivíduos predispostos. Além disso pode favorecer maior retenção hídrica (inchaço). A função do shoyu é realçar o sabor do peixe. Não está ali para ser usado indiscriminadamente e sim para ser pincelado no peixe. Muito shoyu deturpa o sabor de peixes mais nobres. Então, moderação. 

Terceira dica: tarê (molho em japonês): ele é doce, tem uma combinação de água, sal, soja, milho, açúcar, corante caramelo e conservador sorbato de potássio, sake, xarope de glicose, amido modificado, acidulante, ácido láctico,  glutamato monossódico (pra realçar o sabor). Ou seja, tem açúcar e também tem sódio. Resumindo: ainda pode elevar a sua glicemia. Cuidado diabéticos. Cuidado também com as calorias. 1 colher de sopa fornece cerca de 290mg de sódio e 24kcal. Não precisa afundar a peça no tarê.

Quarta dica: Atenção às calorias.  

Se for comer sashimi (apenas as fatias cruas): opte por peixes  e frutos do mar mais magros, ou seja, com menor quantidade de gordura:  badejo,  garoupa, robalo, tilápia. 

Peixes com maior teor de gordura e que você deve ficar atento às quantidades: anchova, arenque, atum, cavala, salmão, sardinha, tainha. São ricos em ômega 3 e por isso devem ser incorporados à nossa rotina. 

As pessoas tendem a pensar que pelo sashimi não ter carboidrato, eles não são calóricos. Com isso exageram. Cada peça oferece cerca de 20 a 25kcal, mas e se você ingerir 15 sashimis, aí já terá ingerido cerca de 300kcal. Atenção também à digestão, já que a proteína estando crua, tem uma digestão mais lenta. Se você exagera, pode ficar empachado e passar mal. Gestantes com IgG negativo para toxoplasmose devem evitar alimentos crus como peixes. 

Se for comer sushi, o cuidado deve ser redobrado, pois além dos frutos do mar, o sushi acompanha o shari, que é o arroz com vinagre. Sim, aquele arroz japonês especial, para dar liga e ficar grudadinho depende da presença de açúcar e vinagre. Atenção diabéticos! E cada pecinha terá em torno de 30 a 35kcal no caso de peixe branco, polvo e camarão, e 40-45kcal nas peças com salmão ou atum. Quer comer o sushi? Ok, mas coma também sashimi para alterar a carga glicêmica da refeição e com isso a sua glicemia não elevar tanto.

Quinta dica: cuidado com as preparações quentes. Geralmente são fritas: empanados, hot roll, hot philadelphia, guyoza, rolinho primavera, shimeji na manteiga e abacaxi, tempurá. Lembre-se 1grama de gordura fornece 9kcal. 

Entendeu como é fácil alcançar 1.000kcal em um rodízio ?

Se quer aprender mais sobre culinária japonesa, um grande amigo (Yuri Rocha) tem um destaque em seu instagram @eatnicely só sobre o assunto. Vale a pena. 

Agora quero que vocês mandem dica no meu direct (@nutrologojoinville) de bons restaurantes de comida japonesa aqui. 

Autor: Dr. Frederico Lobo - Médico Nutrólogo
CRM-GO 13192 | RQE 11915
CRM-SC 32949 RQE 22416 
Revisor: Rodrigo Lamonier - Nutricionista e profissional da Educação física