Mostrando postagens com marcador Goiania. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Goiania. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 18 de maio de 2022

Instituições de caridade Goiânia

Ontem os termômetros marcaram 6°C de madrugada em Goiânia. Diante do frio, fico refletindo o quanto sou privilegiado por ter um lar, roupas, cobertores. Imaginando pessoas em situação de rua, que não tem o que comer e muito menos como se proteger do frio. O inverno pode ser cruel para alguns. 

Felizmente, esse ano estou vendo várias instituições se mobilizando para arrecadar cobertores, roupas, produtos de higiene pessoal e mantimentos para a população mais carente. Então caso queira e esteja com disponibilidade financeira, disponibilizarei nesse post, algumas instituições que estão auxiliando quem realmente precisa.

Em união com alguns amigos, fizemos um instagram chamado @rotadacaridade no qual disponibilizaremos a rota de onde há pessoas em vulnerabilidade social, grupos específicos que atuam de forma filantrópica, além de formas de praticar a caridade.

Conceituar caridade é algo completo, mas na minha opinião a caridade é a virtude de amar ao próximo como amamos a nós mesmos. É uma forma de expressão fraternal e também espiritual. É a atitude de agir com quem necessita, sem interesse, ou seja, sem esperar nada em troca. Você não precisa ter religião ou ser espiritualizado para praticar caridade. Precisa apenar ser humano e ter empatia.

Ser altruísta e caridoso é praticar o bem pelo bem, de fazer o bem. Ser altruísta é uma das mais belas virtudes na minha opinião. O foco no altruísmo é evolução, portanto quando você decide ser altruísta, invariavelmente está a favor da evolução. Evolução como ser humano, evolução moral ou até mesmo espiritual, dependendo da crença religiosa de cada um.

Cientificamente falando há alguns trabalhos que demonstram que a prática de caridade e altruísmo favorecem a liberação de doapamina. o Dr. Jorge Moll Neto, médico neurologista da UFRJ, fez o seu doutorado nessa área e na sua pesquisa, detectou que o chamado sistema de recompensa mesolímbico do cérebro (em uma área chamada Nucleus accumbens). 

Esse sistema é responsável pela sensação de bem-estar e prazer no nosso organismo.

Através de um experimento, em que foi utilizado mapeamento cerebral por ressonância magnética funcional, os pesquisadores observaram que as partes do cérebro que são ativadas por eventos e atividades que causam prazer - os chamados "centros de recompensa" - também eram "acendidos" quando voluntários realizavam doações para instituições de caridade. E isso era tão intenso quanto quando eles ganhavam direito para eles mesmos.

Separei alguns vídeos que explicam um pouco sobre como a neurociência compreende a caridade e altruísmo. Vale a pena assistir.


 







Caridade não precisa ser necessariamente doação de dinheiro, roupas e bens. Existem inúmeras formas de se praticar caridade. A caridade pode se tornar um estilo de vida para alguns. A prática pode ser inclusive um propósito de vida. Algumas formas de caridade:
  • Você pode praticar caridade quando decide ser grato às pessoas que te auxiliam, mesmo nas mínimas atitudes. A cultura da gratidão é uma forma de caridade com o próximo. E ser grato é uma escolha. É algo que você elabora, processa, reflete e decide se sentirá ou não.
  • Salientar para os outros o quanto você os ama. Amar ao próximo é uma caridade ensinada no Cristianismo.
  • Sorria e cumprimente com alegria as pessoas que estão ao seu redor. Doar um sorriso e palavras gentis também é uma forma de caridade.
  • Ligar para alguém que passa por um momento difícil e fornecer um suporte emocional, uma escuta. Pequenos gestos como esse podem salvar vidas. 
  • Ensinar algo que você gosta ou tem facilidade. Transmitir conhecimento é uma grande caridade. O conhecimento existe para ser compartilhado. Ao longo desses quase 13 anos do blog percebi claramente isso. É muito gratificante receber e-mail de gente de todo o mundo sendo grato por alguma informação que aqui coloquei.
  • Conversar, cantar ou tocar para crianças e idosos. Assim como ouvi-los. A escuta é uma forma de caridade.
  • Ajudar na arrecadação, produção e distribuição de alimento aos mais necessitados.
  • Fazer compras para alguém que não pode sair de casa. Quantos idosos são acamados ou possuem artrose grave e com isso ficam impossibilitados de se locomover com facilidade. Ofereça ajuda a essas pessoas.
  • Ajudar pessoas que procuram emprego a elaborar e distribuir currículo.  
  • Compartilhar conhecimentos da própria profissão. 
  • Contribuir com projetos de assistência a pessoas mais necessitadas, como pessoas em situação de rua, adictos, refugiados e pessoas marginalizadas. 
  • Respeitar e defender todas as formas de diferenças. Lutar por minorias. Ser anti-racista. 
  • Combater atitudes ruins, como preconceitos, disseminação de informações falsas e outros. 
  • Estimular as pessoas a terem alguma crença, mas se a pessoa optar por ser ateu, a vontade dela deve ser respeitada. 
  • Elogiar características que você admira de pessoas ao redor. Não custa nada.
  • Curtir e divulgar nas redes sociais o trabalho de amigos/conhecidos/familiares.
  • Encorajar as pessoas, dando suporte para que elas também alcancem seus objetivos.
  • Elogiar características que você admira de pessoas ao seu redor e nunca criticar/zombar uma pessoa por uma coisa que ela não consiga ou tenha dificuldade em mudar, como por exemplo, nariz grande, obesidade, orelhas de abano e etc. E até mesmo aquilo que ela pode mudar, como um cabelo colorido ou um piercing na testa, pois cada um tem a liberdade para fazer o que quiser da vida. Não custa nada ser gentil. 
  • Divulgar grupos que praticam caridade, como os grupos abaixo.
Associação Tio Cleobaldo


Associação Tio Cleobaldo é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que atua há mais de 40 anos.
Está situada em Goiânia-GO e tem como missão diminuir a vulnerabilidade que envolve as pessoas em situação de rua. 

Proporcionando dignidade e de reintegração familiar e na sociedade. Auxiliam cerca de 340 (Trezentos e quarenta) crianças fixas, uma média 35 (Trinta e cinco) gestantes, 541 (quinhentos e quarenta e uma) famílias em média fixa e mais de 700 (setecentas) pessoas em situação de rua, com distribuição de refeições no período noturno 2 vezes por semana, cestas básicas, roupas, sapatos e apoio social. 

Nesse inverno estão arrecadando cobertores. 
E-mail: cleobaldotio@gmail.com
Fone e whatsApp: (62) 98164-7604

Filhos de SR


A Filhos de SR é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que tem como objetivo auxiliar indivíduos em situação de rua, adictos (drogas, bebidas), estrangeiros e refugiados, acamados ou indivíduos com dificuldade de locomoção. 

Foi criada no ano de 2021 em Goiânia diante de um cenário de insegurança alimentar que se agravou durante a pandemia. Todos os sábado, o acorda cedo para preparar refeições (pão com manteiga, leite e bolachas) e distribuir em pontos estratégicos de Goiânia-GO. 

Também recebem doações de cobertores, roupas, calçados. Nesse inverno estão arrecadando cobertores.
E-mail: filhosdesr@gmail.com
Fone e WhatsApp: (62) 98330-8383.


Policia Civil de Goiás


Com a chegada de uma frente fria a Goiás, os policiais civis fizeram frente a campanha de distribuição de agasalhos e cobertores à medida que vão recebendo as doações arrecadas por entidades dos servidores ligadas a categoria. 

Até o dia 20/05, será feita uma ação nas proximidades da 1ª Delegacia Distrital (1ª DP), no Centro de Goiânia, com a distribuição de marmitas feitas por grupos voluntários, emissão de documentos pessoais por parte do Instituto de Identificação e a entrega dos agasalhos e cobertores. Pelo menos 1,7 mil pessoas cadastradas devem ser atendidas por essas arrecadações. 


Organização das voluntárias de Goiás (OVG)


Em meio às notícias sobre a chegada de uma massa de ar polar a Goiânia, o Governo de Goiás, por meio da OVG e do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), se antecipou para ajudar quem mais sofre com o frio: as pessoas em situação de rua. No dia 12/05, equipes da OVG e do GPS foram às ruas da capital e distribuíram centenas de cobertores da Campanha Aquecendo Vidas 2022. 

A ação garante dignidade àqueles que mais necessitam e alcançará todos os 246 municípios goianos. Durante as entregas, pacotes individuais de frutas desidratadas do Banco de Alimentos da OVG também foram doados. A distribuição continuará nos próximos dias, quando outros 300 cobertores serão doados a famílias vulneráveis de Aparecida de Goiânia, dia 16/05. 

Realizada todos os anos, a Campanha Aquecendo Vidas já distribuiu mais de 130 mil cobertores desde 2019, além dos 70 mil adquiridos para este ano. As mais de 200 mil peças compradas desde o início da gestão representam um investimento de R$ 6,5 milhões. Para complementar as doações da Campanha Aquecendo Vidas, a OVG e o GPS estão arrecadando cobertores e agasalhos novos e usados (em bom estado de conservação), até o dia 25 de maio. Neste ano, as doações poderão ser entregues em 10 pontos diferentes:
  • OVG: Rua T-14, Setor Bueno
  • Palácio Pedro Ludovico Teixeira: Rua 82, nº 400, Centro
  • Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg): Rua 260, Setor Leste Universitário
  • Corpo de Bombeiros: Avenida C-206, Jardim América
  • Saneago: Avenida Fued José Sebba, nº 1245, Jardim Goiás
  • Enel: Rua Gileno Godói, 02, Quadra A37, 505, Jardim Goiás
  • Shopping Bougainville: Rua 9, nº 1855, Setor Marista
  • Shopping Cerrado: Avenida Anhanguera, nº 10.790, Setor Aeroviário
  • Associação Comercial e Industrial do Estado de Goiás (Acieg): Rua 14, nº 50, Setor Oeste
Outras instituições que precisam da sua ajuda, não só no inverno.

Instituto Total Educação - Desenvolvimento de métodos de aprendizagem

O Projeto Total Educação e Cultura em Aparecida de Goiânia, tem o propósito de cooperar na transformação e desenvolvimento do indivíduo, promovendo qualidade e melhoria no ensino por meio da promoção dos valores humanos e compartilhando recursos e habilidades. A instituição habilita professores e profissionais da educação por meio de consultoria e coaching para desenvolver e aperfeiçoar os métodos de aprendizagem. O projeto atua em duas escolas no setor Garavelo em Aparecida de Goiânia, impactando diretamente 280 crianças.
Onde: 2 escolas no Setor Garavelo - Aparecida de Goiânia
Informações: 99126-0432 
E-mail: marcelo@totaledu.com.br
Conta Corrente para doações:  Banco do Brasil - Agência 4678-7 Conta Corrente: 10730-1

Hospital Araújo Jorge - Combate ao Câncer

O Hospital Araújo Jorge é uma unidade de saúde privada e filantrópica, atendendo em média 80% dos pacientes pelo Sistema Único de Saúde(SUS). O HAJ atende cerca de 30.000 pacientes mensal de todas as idades, oferecendo tratamento para todos os tipos de câncer com os mais modernos recursos. É referência no tratamento da doença no Centro-Oeste. Só que esse número pode aumentar se mais ajudas forem recebidas. O Hospital não consegue atender  toda a demanda por falta de recursos. E não é só de recursos financeiros que a instituição precisa. Você pode ajudar doando sangue, indo com os amigos ajudar no trabalho voluntário, levando mantimentos, roupas. O HAJ conta ainda com a ala infantil que precisa além dos mantimentos, de fraldas, leite em pó, achocolatado, gelatinas; a dieta para as crianças com câncer é restrita e esses alimentos ajudam na recuperação dos pequenos. Custam pouco e fazem muita diferença na vida delas.
Endereço: Rua 239, N 206, Setor Universitário
Conta corrente para doações: Banco do Brasil Agência: 3388-x Conta Corrente: 11331-x Titular: Associação de Combate ao Câncer em Goiás
Informações para doações: (62) 3243-7000 ou no site www.accg.org.br

CEVAM - Centro de valorização da Mulher - Combate a violência doméstica 

O Centro de Valorização da Mulher  CEVAM - É a chance que muitas mulheres tem para sair da situação de conflito que estão em suas famílias. A instituição atende mulheres, crianças e adolescentes em situação de violência, dando apoio psicológico, jurídico e pedagógico. As mulheres contam com diversos acompanhamentos e cursos para que possam aprender uma profissão e reingressar no mercado de trabalho. Tem ainda o projeto anjos da guarda em que pessoas podem ajudar uma criança da forma que puder. Seja apoio financeiro, materiais escolares, serviços médicos ou apenas levar a criança para passear no final de semana. Ajude!
Onde: Rua SNF 02, Qd. 1 A, Lt. 1 a 4, Setor Norte Ferroviário
Conta corrente para doações: Banco do Brasil Agência: 3689-7 Conta Corrente - 18786-0 
Informações e doações: 3213-2233 ou no site cevam.com.br

CVV - Centro de Valorização da Vida - Combate ao suicídio

O CVV – Centro de Valorização da Vida é uma organização não governamental com 53 anos de existência no Brasil, e foi criada para o serviço voluntário na prevenção de suicídio e apoio emocional. O serviço é gratuito, e é oferecido por voluntários que se disponibilizam para conversar com as pessoas de uma forma diferenciada e realmente preocupada com os sentimentos de quem entra em contato. Você pode se tornar voluntário entrando em contato pelo telefone 3223-4041 ou no local de atendimento Ed. Anhanguera - Quadra 21 - Lote 30 - Av. Anhanguera, 5389 - St. Central.
Onde: Ed. Anhanguera - Quadra 21 - Lote 30 - Av. Anhanguera, 5389
Informações: 3223-4041 ou no site cvv.com.br

ASCEP

Associação  de Serviços a Criança Especial de Goiânia foi fundada em 1987 por uma senhora que se dispôs a cuidar de crianças com deficiência. Depois com a quantidade de crianças que precisavam de ajuda aumentou foi preciso mudar para um ambiente maior.  A instituição realiza atendimento na área de assistência social, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, musicoterapia entre outros. Hoje o projeto atende cerca de 110 crianças especiais e só é mantido através de doações.
Onde: Rua Pucinne, Nº 50 - Jardim Europa
Informações: (62) 3239-0400 | 3239-0410
Site: www.ascep.com.br

Projeto Emanuel - Ressocialização de moradores de rua e ex- presidiários

O Projeto Emanuel tem modificado a vida de diversas pessoas em situação de rua e na reintegração social de ex- presidiários. O Pastor Wellington Correia é o idealizador do projeto que teve início nas visitas que fazia ao presídio estadual. Enxergou que ajudando essas pessoas, poderia através da instituição impactar positivamente suas vidas e de suas famílias. A sede está em construção para melhor atender quem precisa.
Onde: Rua Luciano Asseimer Toledo, Qd 06 - Chácara 06 - Conjunto Vista Alegre - Goiânia
Informações: 91459569 / 99434232 / 3203-2991
Conta Corrente para doações: Banco Itaú - Agência 7832 - Conta: 059849

Associação de Proteção e Assistência ao Reeducando – APAR

A Associação de Proteção e Assistência ao Reeducando (APAR) é uma organização que atua há 35 anos prestando serviços aos presidiários e egressos com colocação profissional, além de auxílio às famílias dos presos com a oferta de cursos profissionalizantes e cestas básicas. Também presta apoio a adolescentes infratores que cumprem medidas socioeducativas fechadas. Para ajudar basta ir à sede da associação ou ligar para os telefones de contato.
Telefones: (62) 9 9637 -7776 Eurípedes | (62) 9 9944- 7720 Paulo
Endereço: Avenida Anhanguera, esquina com Tocantins, n 5399, sala 1708, Setor Central, Goiânia

Creche Casa do Caminho

A Entidade Filantrópica, fundada 1991, desenvolve trabalhos assistenciais com a comunidade em geral. São mais de 250 crianças atendidas e ainda promove trabalhos com gestantes e mães solteiras. A creche possui um programa de doação de livros, alimentos e conta com a ajuda de voluntários frequentemente.
Telefone: 62 3210-7436 (Joaquim)
Endereço: Rua JC-36 Qd.10 Lt.13/14 – Jardim Curitiba-I
Site: www.crechecasadocaminho.com.br

Residencial Professor Niso Prego

A unidade atende crianças de 0 a 12 anos que foram afastadas do convívio familiar por meio de medida protetiva aplicada por autoridade judicial. O Residencial Professor Niso Prego oferece às crianças, que estão sob algum tipo de processo judicial (se irão pra algum parente ou se voltaram para os pais ou se irão para adoção), um ambiente agradável, educativo e seguro.
Telefone: 62 3541-1882 (Flávia)
Endereço: Rua SC-06 APM 2B QD. 22 LT. 2C – Setor Goiânia 2

Observatório Social de Goiânia – OSGyn

Essa ONG é um espaço para o exercício da cidadania para voluntários apartidários. O objetivo do observatório (que existe em quase todo Brasil) é de contribuir para a melhoria da gestão pública. Cada Observatório Social é integrado por cidadãos em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. Pra quem se preocupa com problemas como a corrupção no Brasil e quer lutar contra isso, o OSGyn pé o lugar correto para se voluntariar.
Endereço: Rua 101, nº 123 Ed. Centro de Serviços OAB – Setor Sul
Telefones: 62 8213-1994 (Ana Emília) ou 62 99688-4571 (Isabel)

Manassés

Quem já andou de ônibus em Goiânia já deve ter encontrado rapazes ex-dependentes químicos vendendo balas e divulgando o nome desse instituto. A Manassés busca recuperar os dependentes em drogas e orientá-los para reintegração na sociedade. A Casa também é mantida através de doações, voluntários e trabalhos dos próprios internos. Sabemos o quanto a sociedade vem sofrendo com a interferência das drogas na vida de jovens, adolescentes e pais de família. A destruição causada é enorme. Recuperar essas pessoas e socializá-las é super importante. 
Onde: Av. Venerando de Freitas Borges, 692 - Qd 5, lote 2, Setor Jaó, Goiânia - GO.
Informações: (62) 3609-6089

Vila São Cottolengo 

Situada em Trindade, região metropolitana de Goiânia, a Vila São Cottolengo é uma instituição filantrópica com mais de 60 anos de história. É um centro especializado em reabilitação física, auditiva e intelectual. São realizados cerca de 2.400 atendimentos diariamente. É conveniado ao SUS e sobrevive por doações. Você pode ajudar tanto com dinheiro, mantimentos ou tempo livre. Voluntariado sempre é bem-vindo.
Onde: Av. Manoel Monteiro, N 163 Bairro Santuário, Trindade-GO
Informações para doações: 3506-9017 | 3506-9243
E-mail: doacoes@cottolengo.org.br
Conta corrente para doações:Banco do Brasil: Agência 2738-3  Conta: 55100-7
Site: www.cottolengo.org.br

APAE - Apoio a pessoas com deficiência intelectual

A associação dos pais e amigos dos excepcionais, cuida em Goiânia de aproximadamente 500 pessoas com deficiência intelectual, oferecendo serviços de assistência social, prevenção na saúde, educação e preparação para o mercado de trabalho. É pioneira e referência neste tipo de ação no Brasil, ajudando as famílias a lidar melhor com o deficiente intelectual. O trabalho é lindo e tem feito a diferença na sociedade. 
Endereço: Rua 255, nº 628, Setor Coimbra, Goiânia - GO.
Fone: (62) 3226-8000
Site: http://www.goiania.apaebrasil.org.br/
Email: contato@apaedegoiania.org.br

Asilo Solar Colombino Augusto de Bastos

O que doar: Café, açúcar, manteiga de leite, carne vermelha (em bife ou moída), sabão em pó, detergente, água sanitária, desinfetante, sabonete líquido, fraldas geriátricas,  álcool em gel e doações em dinheiro.
Horário de funcionamento do brechó: De terça a sexta-feira, das 8h às 17h
Endereço: Avenida Antônio Fidelis, nº 800, Parque Amazônia, em Goiânia.
Informações: (62) 3280-1031.

Grupo Aids: Apoio, Vida, Esperança (Aave)

O que doar: alimentos, produtos de limpeza e dinheiro.
Onde doar: Rua Iporá, qd 19, lt 15, nº 170, Bairro Nossa Senhora de Fátima, Cidade Jardim, Goiânia - GO.
Informações: Telefone (62) 9 8605-5695 | e-mail: aave@grupoaave.org

Projeto Minha Oportunidade (PMO)

O que doar: alimentos, roupas, brinquedos, material esportivo, dinheiro
Endereço: Rua La Rochelle, Qd. 28, Lt. 10, Campos Elíseos – Aparecida de Goiânia
Telefone: (62) 3277-3036 / 99153-6717.

Abrigo São Vicente de Paulo

O que doar: alimentos, fraldas geriátricas e produtos de higiene e limpeza
Endereço: Rua B-6, nº 72, Vila Americano do Brasil, Goiânia
Informações: (62) 3251-5122.

Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (CRER)

O que doar: fraldas descartáveis geriátricas, alimentos não perecíveis, roupas, calçados, brinquedos, cadeiras de rodas, andadores e muletas.
Endereço: Avenida Vereador José Monteiro, nº 1.655, Setor Negrão de Lima
Informações: (62) 3232-3232.

Legião da Boa Vontade (LBV)

O que doar: dinheiro, alimentos, material de higiene, roupas, sapatos e móveis.
Endereço: Rua Jamil Abraão, número 645, Setor Rodoviário, Goiânia.
Informações: (62) 3531-5000.

Núcleo Social Dona Judith

O que doar: alimentos, material de higiene, material de limpeza, material escolar, material esportivo, roupas, sapatos.
Endereço: Rua Santa Luzia Qd. 23 Lt.8 – Bairro Nova Cidade, Aparecida de Goiânia.
Informações: (62) 3537-2278.


sexta-feira, 18 de maio de 2018

A relação entre doações de campanha e regras mais frouxas para agrotóxicos



Mantida a toada dos últimos anos, a semana é sombria no Congresso Nacional. Como prova de que na atual legislatura tudo o que é ruim pode piorar, deputados da bancada ruralista querem impulsionar uma manipulação de imagem que beneficia a elite do agronegócio e as megacorporações de agrotóxicos.

Projetos de lei que formam o chamado "Pacote do Veneno" preveem alterações na Lei de Agrotóxicos (Lei 7802/89). Entre elas, a renomeação dos produtos químicos, que passariam a se chamar "defensivos fitossanitários". A votação na Comissão Especial que trata do tema pode começar ainda nesta semana e seguir ao Plenário.

O greenwashing (em português, lavagem verde) defendido pelos deputados da Frente Parlamentar da Agropecuária faz parte do jogo de marketing que quer ocultar os impactos negativos dos agrotóxicos. Isso, num país que há dez anos é líder mundial no uso de pesticidas. Resultado: em alimentos como hortaliças, frutas e leguminosas, são 7,3 litros de agrotóxicos consumidos por habitante anualmente e quatro mil intoxicações humanas só em 2017, segundo dados da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

Ainda assim, atendendo ao lobby das gigantes do setor agroquímico, como Bayer, Monsanto (a primeira adquiriu a segunda recentemente), Syngenta e Bunge, legisladores estreitam ligações com proprietários de terra que possuem fichas recheadas de crimes ambientais e de trabalho escravo.

O principal dos projetos do pacote, o PL 3.200/2015, é de autoria do deputado Covatti Filho, do PP do Rio Grande do Sul. O texto simplifica o registro de novos pesticidas, facilita o uso de genéricos, cria um novo órgão federal para acompanhar o tema – retirando poder da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) – e reduz o papel dos estados na fiscalização. Além disso, essa é a proposta que suaviza o nome dos agrotóxicos.

Covatti recebeu 737 mil reais de doadores na campanha, sendo 326 mil reais do agronegócio. O parlamentar gaúcho é integrante da pouco conhecida, mas muito atuante, "bancada do fumo", que defende a indústria do cigarro.

Luiz Nishimori, do PR do Paraná, é o relator do projeto. Autodeclarado agricultor e comerciante, ele é conhecido como homem do agronegócio. Recebeu 2,4 milhões de reais na disputa eleitoral de 2014, 880 mil reais captados junto a empreendedores do setor.

De empresas flagradas por trabalho escravo ou autuadas por violações ambientais, amealhou 245 mil reais. Deputado estadual paranaense até 2011, é acusado por formação de quadrilha e estelionato por participar de esquema de nomeação de funcionários-fantasma na Assembleia Legislativa. A ação está no Supremo Tribunal Federal (STF), em segredo de Justiça.

A presidente da comissão é Tereza Cristina, do DEM de Mato Grosso do Sul. Dos parlamentares que analisam o pacote, ela foi a mais favorecida por doadores, com o valor de 4,2 milhões de reais, dos quais 2,5 milhões de reais chegaram via agronegócio. De empresas que praticaram crimes ambientais ou de trabalho escravo, recebeu 100 mil reais.

O padrinho e o compadrio

Durante a última sessão em que se tentou votar a proposta, no dia 8 de maio, vários deputados ressaltaram que o texto original foi apresentado em 2002, pelo então senador Blairo Maggi (PP), hoje ministro da Agricultura e Pecuária. Um dos maiores concentradores de terra do Brasil, ele é dono de gigantescas plantações de soja e milho, além de criação de gado, especialmente em Mato Grosso.

Maggi, na última eleição, apadrinhou Adilton Sachetti, do PRB de Mato Grosso. Considerado "compadre" do ministro, Sachetti acumulou 3,8 milhões de reais em doações, com 2,4 milhões de reais do agronegócio.

Entre os principais doadores aparecem a Amaggi (empresa do agronegócio da família do ministro), com 400 mil reais, e o próprio Blairo, que desembolsou 250 mil reais. Pior: 1 milhão de reais foi arrecadado de empresas que usaram trabalho escravo ou foram responsáveis por crimes ambientais.

Outras figuras que chamam a atenção na comissão e estão sob a batuta de Maggi são Luiz Carlos Heinze, do PP gaúcho, e Valdir Colatto, do MDB de Santa Catarina.

O primeiro é empresário ruralista. Elegeu-se deputado em 2014 com 1,8 milhão de reais do agronegócio. E recebeu 548 mil reais de empresas flagradas por trabalho escravo ou violações ambientais. Em um discurso de fevereiro de 2014, referiu-se a índios, quilombolas, gays e lésbicas como "tudo que não presta".

Já Colatto captou 619 mil reais, sendo mais da metade das doações oriundas do agronegócio, 328 mil reais. Das empresas flagradas por violações ambientais ou trabalho escravo, ele angariou 40 mil reais.

Em comum, esses nomes defendem, principalmente, a mudança de nome para "defensivos fitossanitários", com o argumento raso de que "a atual legislação é defasada e impõe muita dificuldade ao setor".

Organizamos duas tabelas com os nomes dos integrantes da Comissão Especial que têm financiamento pelo agronegócio. Também utilizamos informações do Ruralômetro, projeto da Repórter Brasil que mede a "febre" dos parlamentares – quanta mais alta a temperatura, maior a fidelidade às corporações.



Há parlamentares que receberam investimentos das corporações do setor em 2014, mas se posicionam contra esses interesses. São os casos de Alessandro Molon (PSB-RJ) e Patrus Ananias (PT-MG) — Patrus, inclusive, escreveu texto de repúdio ao Pacote do Veneno em companhia do também petista Nilto Tatto (SP).

Reação 

O subprocurador-geral da República Nívio de Freitas Silva Filho discorda dos ruralistas. Ele diz que o relatório de Nishimori desconsidera os efeitos dos agrotóxicos sobre a saúde ou o meio ambiente, além de apontar inconstitucionalidades no projeto.


É o caso da extinção de regras que hoje garantem algum controle sobre os pesticidas. A proposta apresentada tiraria a competência dos municípios de legislar sobre o uso e o armazenamento local dos agrotóxicos; o dever do Estado de formular políticas para a redução dos riscos e a proibição de registros de substâncias causadoras de doenças, como o câncer.

Organizações da sociedade civil e movimentos sociais se mobilizam. Na semana passada, um manifesto assinado por 271 entidades que atuam em promoção da saúde, meio ambiente e defesa do consumidor se posicionou contra o “Pacote do Veneno” e foi enviado à Comissão Especial da Câmara dos Deputados. O documento já conseguiu 130 mil assinaturas.

quinta-feira, 15 de março de 2018

APROVADO NA PROVA DE TÍTULO DE NUTROLOGIA


Depoimento da Dra. Amanda Weberling, sobre o banco de questões e Flashcards. Médica Nutróloga com Residência pela USP. Aluna da Mentoria de 2018 e aprovada na prova de título de 2018.


Enfim, aprovado na prova de título de Nutrologia da Assoc. Bras. de Nutrologia (ABRAN).

Só é especialista na área quem fez Residência Médica ou tem Título de especialista.

Qualquer coisa fora disso é infração ética, além de estar usurpando de uma classe, algo que não é seu. É importante frisar isso, pois inúmeros médicos ignoram o tempo árduo de estudos (além dos gastos) que outros tiveram, seja na residência, seja estudando para uma prova de título de especialista.

Apropriam-se de títulos sem os possuírem. Criticam a corrupção em suas redes sociais mas são tão corruptos quanto alguns políticos.

Nesses anos todos (desde 2013) sempre fui enfático em dizer: "não sou nutrólogo, posso até chefiar um Serviço de Nutrologia ou ter feito pós-graduação de Nutrologia pela ABRAN", mas isso não me dava o direito de sair propagando aos quatro cantos algo que eu não era.

Enfim, dia 12/03/2018: APROVADO NA PROVA DE TÍTULO DE NUTROLOGIA.  Caso queira saber como ser Nutrólogo, sugiro que leia esse texto meu: http://www.ecologiamedica.net/2022/01/guia-nutrologico-historia-da-nutrologia.html?m=0

Baixe gratuitamente meu e-book: Quero ser Nutrólogo: www.provadetitulodenutrologia.com.br

Muitos colegas afirmam que meus materiais são caros e reconheço que são mesmo. Levei quase 8 anos preparando alguns deles. Investi tempo e muito dinheiro para ter conhecimento técnico e elaborá-los. Ou seja, reconheço o real valor do meu material. 

A tendência é o preço sempre subir, a medida que eu e a Amanda Weberling vamos atualizando-os. E diariamente recebo feedback dos meus afilhados sobre o quanto o material transformou a vida deles. Ou seja, valorizo o meu material.  Para adquiri-los acesse: www.provadetitulodenutrologia.com.br

Ao longo desses quase 5 anos vendendo materiais para a prova de título e ensinando pessoas a trilharem o caminho da Nutrologia ética e verdadeira, tenho a plena certeza que estou transformando vidas de forma direta e indireta. Tirando afilhados de caminhos tortuosos e anti-éticos.  Auxiliando médicos a agirem de forma mais humana e com condutas baseadas em evidências científicas. 

Meu nome é Frederico Lobo, sou natural de Goiânia - GO e desde antes da faculdade me interessei por Nutrição e metabolismo. Durante a faculdade estudei paralelamente Nutrologia Médica e já no quarto ano decidi que queria ser Nutrólogo. Atualmente sou Nutrólogo no SUS, em consultório particular e professor de Nutrologia através de mentorias gratuitas. 

Sou idealizador do movimento Nutrologia Brasil (2014) e lutamos pela valorização da nossa especialidade. Nosso grupo é composto majoritariamente por Nutrólogos titulados ou que fizeram residência médica de Nutrologia. Mensalmente organizamos aulas visando a educação continuada além da troca de experiência que a internet possibilidade.

Também sou responsável pela elaboração do Primeiro curso de Nutrologia básica para acadêmicos de Medicina. Total gratuito, 100% EAD, com duração de 2 anos. 

Minha história

Em 2014 fiz a pós-graduação de Nutrologia da ABRAN (na época chancelada pela Santa Casa de São Paulo – SP). Após o término negociei com a prefeitura de Aparecida de Goiânia o meu remanejamento (onde sou médico concursado) para o Ambulatório de Nutrologia. Serviço que já existia e estava há 2 anos sem médico. Isso gerava uma enorme sobrecarga do serviço de Endocrinologia e o de Nutrição. Criamos então o Serviço de Nutrição, Nutrologia e Endocrinologia da prefeitura de Aparecida de Goiânia. Atualmente estou a frente do ambulatório, no meu consultório particular e com o Menutro em sociedade com a minha amiga Dra. Amanda Weberling. Além do Grupo de estudos Nutrológicos Pedro Escudero com reunião semanais para os afilhados.

Aprovação na prova de título de 2017

Dediquei-me 3 anos (2014-2017) a me preparar para a prova de título de Nutrologia. A qual prestei em 13/12/2017 e fui aprovado com 74,7% (mesmo tendo 11 pontos a menos no currículo de 30 pontos) em um prova na qual a aprovação gira em torno de 10-20%. 

A prova de título da ABRAN não é uma prova fácil e geralmente só passa quem realmente estudou bastante e da forma correta. Assim como toda prova de título de especialista, o grau de dificuldade vem aumentando ao longo dos anos, provavelmente por que a matéria fica cada dia mais densa. Acompanhando as provas nos últimos 6 anos, o índice de aprovação gira em torno de 20%. Ou seja, até 80% é provado por não estudar corretamente, por materiais inadequados e por não acreditarem que para ser aprovado é necessário fazer uma verdadeira imersão no universo da Nutrologia.

Surgimento do Menutro

Em 2018 por estímulo de amigos e professores reuni todo o material que utilizei para passar na prova e elaborei um e-book ensinando uma metodologia de estudo para ser aprovado. Mais adiante comecei a vender o banco de questões que elaborei e os flashcards (resumos) e posteriormente lancei o e-book: Tô na nutro e agora. 

Em 2019 conheci a Dra. Amanda Weberling (hoje minha sócia), que havia acabado de ser aprovada na prova de título de Nutrologia e criamos o Menutro. Uma mentoria preparatória para a prova de título na qual por 12 meses treinávamos mentorandos para passarem na prova. Obtivemos grande sucesso na aprovação e fizemos novos amigos. Acabei apadrinhando vários destes e criando laços de amizade. No momento a mentoria está restrita aos afilhados que prestarão a prova esse ano. Não temos intenção de abrir novas turmas. 

Apadrinhamento

Nos últimos 3 anos tem sido constante e-mails de médicos que começaram a cursar as pós-graduações de Nutrologia disponíveis no Brasil. A grande maioria reclama muito da qualidade das aulas, da falta de lógica na distribuição do conteúdo e com isso ficam perdidos. Com isso acabamos apadrinhando vários médicos que inicialmente compraram nossos materiais. A maioria comprou todos os e-books. 

O melhor de ser padrinho é poder nortear e evitar que desencantem de especialidade. Já vi inúmeros médicos fazerem pós de Nutrologia e depois abandonarem por diversos motivos, dentre eles dificuldade de enxergar um trilho a seguir.  

O processo de seleção ocorre anualmente e os interessados devem enviar e-mail para menutrologia@gmail.com . Para saber mais sobre o apadrinhamento acesse: www.provadetitulodenutrologia.com.br 

No momento meus afilhados são:
  1. Dra. Adrielly Cunha - Médica em Goiânia - GO - @adriellyocunha
  2. Dr. Alexandre Matos - Nutrólogo em Salvador - BA - @alexandrenogueiramatosalex/
  3. Cleber Matos - Estudante de Medicina em Salvador - BA
  4. Dr. Diego Rima - Médico em Fortaleza - CE - @diego_rima
  5. Dra. Edite Magalhães - Médica especialista em Clínica Médica em Recife - PE. 
  6. Dr, Glêyson Martins - Médico em São Paulo - SP - @gleysonmartins
  7. Dr. Gustavo Butzge Rubenick - Médico em Brasília - DF - @gustavorubenich
  8. Dr. Hugo Barucci - Médico em São Paulo - SP - @drhugobarucci
  9. Dr. Jhonny Willians - Médico Endocrinologista em Maceió - AL - @drjhonywgusmao
  10. Dr. Jhones Carneiro - Médico em Guanambi - BA - @jhonescarneiro
  11. Dr. Juliane Arndt - Médica especialista em Clinica médica em São Paulo - SP - 
  12. Dr. Laura Pereira - Médica em Atibaia - SP - @dralaura.pereira
  13. Dr. Leandro Houat - Médico de Família e Comunidade em Jaraguá do Sul - SC - @drleandrohouat
  14. Márcio José de Souza - Profissional de educação física e graduando em Nutrição em São João do Itaperiú - SC
  15. Dra. Rafaela Fontenelle - Médica endocrinologista em São Paulo - SP - @rarafaelafontenele
  16. Dr. Ricardo Lima - Médico em São Luiz - MA - @ricarddolima_
  17. Rodrigo Lamonier  - Nutricionista e Profissional de educação física em Goiânia - GO @rodrigolamoniernutri
  18. Dr. Rodrigo Serrano - Médico em Maceió - AL - @odserranoandrade/
  19. Dr. Paulo Victor Quinan - Médico Residente de Clínica Médica -  Goiânia - GO
  20. Dr. Pedro Paulo Prudente - Médico do Esporte e Acupunturista em Goiânia - GO - @vivamelhorsemdor
  21. Dr. Waldimiro Lacerda  - Médico em Feira de Santana - BA - @drwaldimirolacerda
Para conhecer mais sobre o meu trabalho e sobre o que escrevo:
Blog: Ecologia médica – http://www.ecologiamedica.net
Blog: Dr. Frederico Lobo – http://www.drfredericolobo.com.br
Blog Nutrologia Brasil: https://nutrologosbrasil.blogspot.com
Facebook: Dr. Frederico Lobo
YouTube: Dr. Frederico Lobo





Nutrologo, Nutrologo Goiania, Nutrólogo Goiânia, Nutrologo Joinville, Nutrólogo Joinville, Nutrologo em Goiânia, Goiânia, Goiás, Frederico Lobo