Mostrando postagens com marcador quinua. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador quinua. Mostrar todas as postagens

domingo, 13 de março de 2011

Alimentos que não podem faltar na mesa dos Intolerantes/Alérgicos

Sempre que retiro o glúten e/ou o leite da dieta dos meus pacientes as primeiras dúvidas que surgem são “Mas o que eu vou comer agora?” ou “Como posso substituir esses ingredientes?”.

Por isso elaborei, especialmente para os leitores do Sem Glúten Sem Lactose, uma lista de ingredientes indispensáveis na cozinha de quem tem restrição ao glúten e ao leite, com informações de como podem ser utilizados e quais os benefícios de consumí-los:

Quinoa

Pode ser utilizada na forma de flocos substituindo a aveia (para celíacos), consumindo com frutas ou em vitaminas, por exemplo.

A farinha se utiliza no preparo de tortas e bolos e os grãos podem ser cozidos e consumidos como arroz ou temperados como salada.

Os grãos também são utilizados no preparo de leite vegetal. Propriedades: possui alto valor protéico (14%) e é fonte de vitamina B1, B2, B3, vitamina C, vitamina E, magnésio, potássio, ferro, zinco, manganês e fibras.

Amaranto

Pode ser utilizado da mesma forma que a quinoa. O amaranto, assim como a quinoa, são alimentos selecionados pela NASA para a alimentação dos astronautas devido ao seu alto valor nutricional.

Propriedades: alto valor protéico (15%) e é rico em cálcio, ferro, zinco, magnésio, fósforo, vitamina A e C e fibras.

Gergelim

O gergelim na forma de pasta (tahine) é uma ótima opção para ser utilizado com pães. Se misturado com shoyo e limão fica um delicioso patê, mas também pode ser consumido puro ou adoçado.

Propriedades: rico em cálcio, proteínas, gorduras monoinsaturadas, fibras, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B. Também melhora o trânsito intestinal e auxilia no controle da glicemia (açúcar no sangue).

Linhaça

A farinha da linhaça pode ser utilizada em preparações como pães e bolos ajudando a dar liga nas massas sem glúten ou como salpicado sobre os alimentos.

Propriedades: rica em fibras e ômega 3, é antioxidante, reduz triglicerídeos e pressão arterial, previne agregação plaquetária e tem efeito laxante.

Banana verde (biomassa ou farinha)

Pode-se incluir a biomassa em praticamente qualquer alimento, como vitaminas, sorvetes, pães, bolos, tortas, molhos, sopas, cremes, etc.

A farinha é bastante utilizada no preparo de pães, bolos, tortas e panquecas, por exemplo.

A banana verde não deixa odor e nem sabor residual e ainda ajuda a enriquecer as preparações.

Propriedades: possui 74% de amido resistente em sua composição, por isso age como um prebiótico, ou seja, alimenta as bactérias boas do intestino, além de promover controle da glicemia (açúcar no sangue), redução de colesterol, regulação intestinal e prevenção de câncer de células intestinais.

Farinha de arroz

Normalmente utilizada em substituição à farinha de trigo. Se utilizada na forma integral ajuda a melhor a qualidade nutricional do alimento.

Propriedades: fibras, ferro, vitaminas do complexo B.

Tofu (Queijo de Soja)

Ótima opção para substituir queijo, requeijão, creme de leite, etc. Pode ser consumido puro, temperado em forma de patê, com doce, grelhado ou misturado em preparações.

Propriedades: rico em proteínas, cálcio, fósforo e magnésio. Por ser um alimento fermentado, possui uma digestibilidade melhor do que outros produtos a base de soja, como o leite de soja, a PTS ou até mesmo o grão.

Leite de cereais e/ou oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes)

Ótima opção para substituir o leite de vaca. O ideal é fazer vitaminas com frutas ou utilizar em receitas.

Propriedades: as oleaginosas contêm grandes quantidades de gorduras mono e poliinsaturadas, que são benéficas para o organismo, além disso, contém fitoquímicos e antioxidantes.

Tubérculos (batata, batata doce, mandioca, mandioquinha, taiá, cará, inhame)

Podem ser usados para incrementar massas como pães e tortas ou consumidos puros. Podem ser utilizados cozidos ou na forma de farinha, polvilho ou fécula.

Propriedades:

O inhame pode melhorar o status hormonal de mulheres na menopausa, tem efeito antioxidante, reduz o colesterol e pode até auxiliar na perda de peso.

A batata doce, além de ser rica em vitaminas, minerais e antioxidantes, ainda auxilia no controle de desordens diabéticas.

A mandioca contém fibras, Vitamina C, cálcio, ferro e fósforo.

Todos os tubérculos possuem uma boa quantidade de amido, vitaminas, minerais e são pobres em gordura.

Fonte: http://bit.ly/gYRUlJ

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Quinoa, Quinua, Kinua, Kinoa

A Quinoa (Chenopodium quinoa Willd da família Amaranthaceae) é uma planta nativa da Colômbia, Peru e Chile, que produz um grão indispensável à alimentação e à vida do homem no altiplano andino.

Originária das alturas dos Andes e conservada por quechuas e aymarás, com suas 3.120 variedades, a quinoa pinta o arco-íris nas áreas de cultivo sendo a Bolívia o seu maior produtor mundial.

A Bolívia tem também o maior banco de grãos do mundo. Uma fundação custodia este que é o tesouro herdado dos povos indígenas, que conhecem a quinoa há aproximadamente 10 mil anos e asseguram que, sem ela, a vida humana seria impossível no altiplano.

Um dos principais impulsores da revalorização do consumo da quinoa, Humberto Gandarillas (1920-1998), acreditava que a domesticação da planta na meseta andina tenha de fato uns 10 mil anos. Seu consumo habitual foi comprovado pelos arqueólogos, ao encontrarem quinoa nas ruínas pré-hispânicas.

Após a conquista espanhola, os alimentos autóctones, como a quinoa, o amaranto e a maca, caíram paulatinamente em desuso e foram substituídos pelos grãos consumidos na Europa, como o trigo e a cevada.

Porém, os agricultores andinos conservaram as sementes e continuaram seus cultivos em pequenas parcelas de terra, sabendo da enorme riqueza que encerra a quinoa.

Somente no último terço do século XX, os bolivianos redescobriram o valor do grão. A partir de estudos científicos e do melhoramento de algumas variedades - como a quinoa "sajama" - verificou-se uma grande expansão, tanto do seu cultivo como do seu consumo no país

Com mais de 17 tipos diferentes de grão, é a variedade e a grande concentração de proteínas que levam à sua enorme funcionalidade.

Conhecida como “Grão Sagrado”, a quinoa é rica em vitaminas como a B6, B1 e possui em menores quantidades as vitaminas E e C. Para se ter uma ideia: em apenas 100 gramas da quinoa podemos encontrar 9,5 mg de ferro, 286 mg de fósforo, 112 mg de cálcio e ainda um valor entre 67 e 74 % de hidratos de carbono, encontrados essencialmente na forma de amido. Além disso, observa-se que seu teor energético é bastante alto: em torno de 347 kcal por 100g.

Entre os benefícios do consumo, estão a prevenção de câncer de mama, osteoporose e problemas cardíacos, além da melhora da imunidade, da aprendizagem e da memória e recuperação de tecidos.

Tabule Primavera de Quinoa

Ingredientes:

• 2 xícaras de chá de quinoa real em grãos
• 1 cenoura ralada
• 1 pepino ralado
• 1 cebola picada
• 2 talos de salsão picados
• 1 abobrinha cortada em cubos pequenos
• 2 tomates cortados em cubos pequenos
• 1 xícara de chá de azeite extravirgem
• Suco de 2 limões
• 2 xícaras de chá de salsinha picada
• Ramos de manjericão
• 1 pé de alface americana
• Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo:

Numa panela, cozinhe os grãos de quinoa em bastante água com sal até que fiquem macios. Escorra e deixe esfriar. Coloque em uma saladeira a cenoura, o pepino, a cebola, o salsão, a abobrinha e o tomate. Misture e tempere com o sal, o azeite, o suco de limão e a pimenta-do-reino. Adicione a quinoa real, a salsinha e o manjericão e misture. Distribua o tabule dentro das folhas de alface americana e sirva a seguir.

Sopa de Flocos de Quinoa

Ingredientes:

• 2 cenouras
• 1 chuchu
• 1 alho-poró
• Água
• 1 xícara flocos de Quinoa
• Shoyu ou sal marinho
• Alecrim ou outra erva de sua preferência

Modo de Preparo:

Coloque os vegetais para cozinhar com água e sal. Primeiro, cozinhe a cenoura e depois de cinco minutos acrescente os outros ingredientes. Quando estiverem quase cozidos, acrescente os flocos de quinoa e deixe cozinhar por mais 2 minutos. Liquidifique e acrescente os temperos. Se quiser, coloque uma folha de espinafre cortadinho e deixe cozinhar.