Mostrando postagens com marcador Nutrição comportamental. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Nutrição comportamental. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 30 de abril de 2018

E que você tem feito como auto cuidado ?

Você passa mais tempo doando ou recebendo amor? Você relaciona com um terceiro não é? Mas e o amor próprio? E que você tem feito como auto cuidado?

Andrea Lieberstein, autora do best-seller ‘‘Bem nutrido: Práticas de mindful para curar sua relação com a comida, alimentar o seu eu e acabar com excessos’’, propõe algumas estratégias muito interessantes para uma nutrição gentil e o auto cuidado com a comida (https://www.emindful.com/2018/02/13/what-does-it-mean-to-love-yourself/) que queremos compartilhar:

  1. Check-in consciente: Reserve alguns minutos por dia para se avaliar. Como você está se sentindo? Está cansado ou energizado? Animado ou temendo o seu dia pela frente? E seu humor? Está se sentindo amado? O que você está precisando agora? 
  2. Priorize seu bem-estar: Lembre-se que este é o único corpo que você terá nesta vida, ele requer cuidado e atenção. O que você estaria comendo para ser um ato de autocuidado? Como você moveria seu corpo se isso fosse um ato de amor? Que tal dormir? Quando pensamos em nossas escolhas do dia-a-dia como atos de amor, pode parecer mais fácil fazer escolhas saudáveis.
  3. Desafie seus pensamentos: Que crenças ou, "mas" surgem quando você pensa em se oferecer amor e bondade? Você se sente indigno ou isso é bobo? Alguém lhe disse que você não valeu a pena e você acreditou? Isso parece egoísta? Sabia que nós acreditamos automaticamente em muitos dos nossos pensamentos, mas eles não são verdadeiros? A atenção plena nos ajuda a nos tornar mais conscientes de nossos pensamentos e desafiá-los; se não forem úteis ou verdadeiros, deixe recuar para o fundo de sua consciência, desaparecendo como nuvens passageiras no céu. Você pode começar a ver que é digno e merecedor de amor e bondade.
  4. Estenda a bondade: Você pode se tratar com gentileza quando perceber que não priorizando seu bem-estar ou passando por um momento difícil. Intencionalmente direcione pensamentos amorosos, como frases da meditação do amor e bondade: “Que eu esteja bem”; “Que eu seja feliz”; “Que eu me sinta tranquila e à vontade”; “Que eu me sinta seguro e livre”; "Você pode fazer isso", "Está tudo bem, você não precisa ser perfeito, você é humano".
  5. Ações amorosas: As ações falam mais alto que palavras. Com consciência, você pode mudar como planeja seu dia. Pense em como você pode deixar tempo para o autocuidado e para as coisas que realmente gosta de fazer ou para as pessoas com quem gosta de estar. Que tal tempo para prazer e diversão? Fazer uma lista de ações amorosas para o dia pode ser útil.

Gostaríamos que você refletisse sobre essas estratégias, exercitando uma nutrição mais gentil, praticando a atenção plena e o autocuidado.

Fonte: https://www.facebook.com/nutricaocomportamental/?hc_ref=ARQ73-VC2EGBDwUfMor4t5LaAEkUpJX3EgexpLYsCCnOk3a8b6rqMo-rmP1VhIBh_Cw&fref=nf

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Quer emagrecer? Pare de fazer dieta! - Entrevista SENSACIONAL !

A reportagem abaixo está sensacional, excelente. 1 hora de bate papo proveitoso entre minha amiga Juliana Toledo e a embaixadora do comer intutivo, a Nutricionista e neurocientista Sophie Deram. Vale muito a pena assistir.

Repost: @jutoledofaria - 💥 Abrimos o ano com chave de ouro 🔝🔝🔝! Trouxe uma convidada mais que especial ❤ para iniciar as entrevistas de 2016: a Pesquisadora e Nutricionista Sophie Deram, autora do livro "O Peso das Dietas". 👉 Doutora pela USP, com formação em endocrinologia e nutrigenômica, ela explica porque as dietas engordam (😲!) e levanta a bandeira contra o terrorismo nutricional.