sábado, 12 de janeiro de 2013

Abacate e óleo de abacate



O abacate já foi tido como inimigo da boa forma e da saúde por ser muito gorduroso, mas esta gordura é principalmente do tipo monoinsaturado (ômega-9), a mesma do azeite extravirgem, uma gordura amiga do coração. Ele ainda fornece vitaminas e minerais, principalmente potássio, fósforo, cálcio, vitaminas C, E, K e A, reduzindo assim a formação de radicais livres no organismo. Também contem um elevado teor de água e fibras. Além do coração, o fígado se beneficia com a sua ingestão, e também facilita o trabalho do intestino.
Emagrecimento
Ele ajuda a emagrecer justamente pela sua alta concentração de gorduras benéficas que promovem a saciedade por mais tempo. Apesar do abacate concentrar calorias, elas provem da gordura monoinsaturada, que ajuda a reduzir o pico de insulina, o hormônio responsável por armazenar toda caloria extra sob forma de gordura localizada, e que faz a fome voltar mais depressa. Além disso, o ômega-9 ativa outro hormônio, a adiponectina, que comanda o corpo a produzir a energia que precisa a partir dos depósitos de gordura, ou seja, ele ativa a queima dos pneuzinhos localizados principalmente na cintura e abdomen.
Muito ômega-9 e potássio
O ômega-9 tem uma ação anti-inflamatória e ajuda a diminuir o risco de doenças do coração. A gordura do tipo monoinsaturada ajuda na redução do colesterol ruim (LDL) e na manutenção adequada do colesterol bom (HDL). O abacate também contribui para a saúde pelo alto teor de fibras, como a pectina, um tipo de fibra solúvel que atua na redução dos níveis de LDL, e ajuda no funcionamento intestinal. Por ser rico em potássio, ajuda a reduzir a pressão sanguínea, previne câimbras e tem ação diurética.
Óleo de abacate
O óleo de abacate assemelha-se muito ao azeite de oliva, por ser extraído da polpa dos frutos e por ter propriedades similares, principalmente pela composição de ácidos graxos, predominando o ácido oleico. Ele ainda contem beta-sitosterol com ação bactericida, antiviral, fungicida e anti-inflamatória, além de normalizar os lipídios sanguíneos (colesterol e triglicerídios).
Quanto consumir?
Porção: ½ xícara de abacate, ao natural, na salada ou na vitamina, duas a três vezes por semana; 1 a 2 colheres de chá do óleo de abacate em dias alternados.
Alterne com outras gorduras boas
Fazem parte do grupo de gorduras benéficas o azeite, óleo de coco, coco, abacate, óleo de abacate, linhaça, nozes e sementes; use todas as opções.
Função: como são ricos em ômegas, tem ação anti-inflamatória.
Porção: 1 colher de chá dos óleos, 1 colher de sopa das sementes e nozes, ½ xícara de abacate, ½ xícara de coco fresco ralado.
Fonte: http://www.buscasaude.com.br/materias-nutrologia/abacate-e-oleo-de-abacate/

0 comentários:

Postar um comentário

Propagandas (de qualquer tipo de produto) e mensagens ofensivas não serão aceitas pela moderação do blog.