segunda-feira, 4 de julho de 2011

Aposte nos antioxidantes

Você já parou para pensar como quer estar quando chegar na idade da sua mãe ou avó? Pois é, você pode estar muito melhor ou muito pior. Hoje em dia, temos acesso a alimentos, suplementos, cirurgias, etc que na época da nossa avó não existiam, mas em contrapartida, o stress que sofremos pela vida corrida, faz com que o envelhecimento precoce esteja estampado por aí. Uma ruga aqui outra acolá..

Todos vamos envelhecer, isso é fato, até porque a fonte da juventude é apenas um mito e ainda não inventaram uma fórmula que nos mantenha eternamente jovens. Mas, existem sim, atitudes e hábitos de vida que devemos adotar o mais cedo possível a fim de retardar e/ou amenizar os efeitos do envelhecimento.

Sabemos que a forma como nos alimentamos interfere sim diretamente sobre nossa saúde e também é uma forma de prevenir o envelhecimento precoce e diversas patologias como já falei aqui

Mas afinal, como a alimentação pode contribuir no combate ao envelhecimento? Incluindo alimentos fontes de antioxidantes na sua dieta, que são substâncias que ajudam a combater os temíveis radicais livres que se formam durante os processos celulares e que são responsáveis pelo envelhecimento precoce e pelo aparecimento de várias doenças. Os antioxidantes que ingerimos, juntamente com os que o organismo produz poderão ser suficientes para minimizar o efeito do envelhecimento.

Uma recente pesquisa da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, descobriu que o consumo de alimentos processados e refrigerantes precipita o aparecimento dos sinais de envelhecimento. Nem preciso dizer para você ficar longe deles e do álcool, fumo, excessos de doces(açúcar) e gorduras também, certo?

A recomendação, no que toca ao consumo de antioxidantes, diz que, do grupo das frutas e legumes, devemos consumir, no mínimo, cinco porções por dia, o que equivale a três frutas e 200 g de legumes ou 300 g de legumes e duas frutas.Você deve estar rindo ou dizendo, "mas eu não como nem metade disso", pois é, trate de aumentar seu consumo. Bata sucos pela manhã com frutas e legumes. Ex: laranja, cenoura e beterraba ou laranja, couve e cenoura. Assim, você começa o dia alimentando seu corpo com antioxidantes e fica fácil bater a meta diária de frutas e verduras a serem consumidas.

O grande segredo está em variar! Não devemos cair no erro de privilegiar um ou dois alimentos em detrimento dos outros, sob pena de podermos vir a ter, em simultâneo, excesso de uns nutrientes e carência de outros

Para facilitar sua escolha vou listar alguns alimentos ricos em antioxidantes:

A soja preta possui uma alta concentração de antocianina, substância antioxidante que dá uma coloração diferente. As antocianinas agem como antioxidantes, combatendo radicais livres, desempenhando assim um importante papel na prevenção do envelhecimento precoce.

O tomate é a mais rica fonte de licopeno, carotenóide antioxidante que combate os radicais livres, retarda o envelhecimento, o tomate torna-se ainda mais poderoso quando cozido. O calor aumenta a biodisponibilidade do licopeno na pele, diminuindo as chances do aparecimento de rugas.

Os benefícios da romã tem sido estudados nos últimos anos. Ele é rico em antocianinas, que combatem os radicais livres.

A castanha do Pará, é rica em selênio, um excelente antioxidante que combate o envelhecimento celular.

Um estudo publicado no Journal of the American College of Nutrition, revelou que o kiwi está entre os mais elevados em biodisponibilidade antioxidante, em comparação com outros frutos ricos em antioxidantes e frutos vermelhos.

Segundo estudo da Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, uma determinada quantidade de nozes contém duas vezes mais antioxidantes do que a mesma quantidade de castanhas, amêndoas, amendoins, pistaches, avelãs, castanhas-do-pará, castanhas de caju, macadâmias ou nozes-pecã. Além disso, os antioxidantes presentes nas nozes têm maior qualidade e potência do que os dos outros frutos secos analisados.

O melão é rico na substância SOD (superóxido dismutase), principal enzima de defesa antioxidante presente no organismo.

O alecrim contém ácido rosmarínico e ácido carnósico, que, em um estudo da Universidade do Estado do Kansas, nos EUA, diminuíram a quantidade de substâncias cancerígenas em carnes grelhadas. Acredita-se que os antioxidantes da erva neutralizaram os radicais livres das carnes. Então, abuse desta erva nas suas receitas.

Outros alimentos que não podem faltar no seu cardápio são óleos de sementes, abacate, grãos, cereais, ovos, vegetais verdes que são ricos em vitamina E (alfa-tocoferol).

A vitamina C (ácido ascórbico) é encontrada nas frutas cítricas e vegetais, principalmente repolho, brócolis e tomate.

Nos vegetais, como pimentão, espinafre, brócolis e cenoura também encontramos carotenóides.

Os flavonóides estão presentes em verduras, frutas, grãos, sementes, castanhas, condimentos, ervas, vinho tinto e chá verde. Os mais importantes são a quercetina (cereja, amora, uva, morango, cebola, maçã, jabuticaba, grãos e feijão marrom); o campferol (rabanete, nabo, couve e escarola); a mircetina (vinho tinto e suco de uva) e a crisina (própolis).

Como sempre falo em meus posts o ideal é sempre procurar um médico ou Nutricionista para ajudar você na melhor forma de ingerir estes alimentos ou fazer uma suplementação com antioxidantes. Manter-se calmo e praticar exercícios físicos também irão te ajudar a prevenir o envelhecimento

Autora: Dr. Cristiane Spricigo - Nutricionista especialista em Nutrição esportiva. Membro da Liga da saúde e autora do Blog Nutricorpo

0 comentários:

Postar um comentário

Propagandas (de qualquer tipo de produto) e mensagens ofensivas não serão aceitas pela moderação do blog.