domingo, 27 de fevereiro de 2011

Telefones celulares e seus riscos

Existem sérias contradições entre o relatorio da revista New Scientist, da Grã-Bretanha, e um estudo oficial finlandês sobre a influencia dos telefones celulares na produção de câncer.

A publicação britânica enfatiza a formação de câncer enquanto os finlandeses indicam que não existe qualquer tipo de influencia dos celulares na produção de tumores.

À parte, alguns dados são analisados e devem ser levados em conta, após observações serias a respeito, tais como:
- a incidência de tumores cerebrais malignos foi 5,9 vezes maior com uso de celulares analógicos, 3,7 vezes maior com celulares digitais e 2,3 vezes maior com uso de telefones sem fio em mais de 2000 horas cumulativas de uso, segundo a revista International Archives of Occupational Environmental Health em 2006, no seu número 25;
- em ratos de laboratório, e isso pode não se aplicar obrigatoriamente a humanos, radiação de telefones celulares levou a estresse oxidativo na córnea e cristalino , provocando aceleração de processos degenerativos nos olhos, segundo a revista Current Eye Res, em seu numero 32 de 2007;
- devido á forma de suas cabeças, as crianças recebem 60% de radiação a mais de telefones celulares do que os adultos , conforme a revista Electromagnetic Biology, em 2006, no seu numero 25;
- estudos patrocinados pelas industrias que produzem telefones celulares foram os que mais enfatizaram o fato de não existirem danos à saúde, conforme artigo publicado na revista Environmental Health Perspective, em 2007, em seu numero 115;
- uma pesquisa dinamarquesa não encontrou ligações entre celulares e formação de tumores cerebrais, conforme publicado na revista Journal of the National Câncer Institute, em 2006, em seu numero 98.

Críticos a esta pesquisa ressaltaram que o estudo constou apenas de pessoas que utilizam celulares de forma inconstante alem dela ter sido patrocinada pela propria industria da telefonia.

O importante é ficarmos atentos às noticias que se referem a este tema e somente tirarmos conclusões definitivas após compararmos dados de varias fontes de estudos sérios e isentos de compromissos com fabricantes dos produtos. Não se pode desconsiderar o fato dos telefones moveis liberarem radiações eletro-magneticas que, conforme intensidade e tempo de exposição, sabidamente podem provocar danos à saúde dos seres vivos.

Fonte: http://www.sergiovaisman.com.br/mostra_news2.php?id=140

0 comentários:

Postar um comentário

Propagandas (de qualquer tipo de produto) e mensagens ofensivas não serão aceitas pela moderação do blog.