segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Ômega 3 e gengiva

Comer peixes mais gordurosos, como o salmão, a sardinha e o atum, pode ajudar a prevenir e a tratar uma doença na gengiva chamada de periodontite, segundo recente estudo da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Avaliando dados de mais de 9 mil adultos examinados no período entre 1999 e 2004, os pesquisadores notaram que aqueles que ingeriam mais peixes ricos em ômega-3 tinham uma redução significativa nos riscos de ter a doença. Recentemente publicados no Journal of the American Dietetic Association, os resultados indicaram uma prevalência de periodontite de 8,2%, que seria reduzida em 20% entre aqueles com maior consumo do ácido docosahexaenoico (DHA) - um tipo de ômega-3 encontrado em peixes gordurosos.

A proteção contra a doença na gengiva com a ingestão de outro tipo de ômega-3, conhecido como EPA, foi menor; e foi estatisticamente insignificante com o consumo de ácido linoleico. “Descobrimos que a ingestão de ácidos graxos ômega-3, particularmente o DHA e o EPA, é inversamente associado à periodontite na população dos Estados Unidos”, destacou o pesquisador Asghar Z. Naqvi. “Até o momento, o tratamento da periodontite tem envolvido, primariamente, a limpeza mecânica e a aplicação local de antibiótico”, completou o especialista, acrescentando que outros estudos são necessários para confirmar o valor terapêutico do ômega-3 no tratamento dessa doença bucal.

0 comentários:

Postar um comentário

Propagandas (de qualquer tipo de produto) e mensagens ofensivas não serão aceitas pela moderação do blog.